A 1ª carta de amor, a gente nunca esquece

Pra começar essa nova coluna, que vai falar sobre as esposas, namoradas e afins, nada melhor do que começar por uma que poucos conhecem:
Dorothy Rhone.

Paul e Dot no início do namoro

Dorothy nasceu em Childwall, Liverpool em 1945. Apesar de ser uma garota bonita e adorável, se achava feia e insegura.Seu jeito tímido e introvertido se deve ao fato de seu pai, Tom Rhone, ter problemas com bebidas. Sendo muito das vezes, Dot sua vitima, apanhando do próprio.

No verão de 1959, Dot foi no clube com suas amigas e conheceu Sir Paul McCartney, do grupo “The Quarrymen”. O jeito descontraído da banda e o alto astral chamaram sua atenção.

John foi a primeira pessoa a quem Dot olhou,por sua beleza, até saber que tinha namorada (Cynthia Powell), resolvendo assim aceitar o convite que Paul fizera, quando ela , um dia passando mal, saiu do clube.

O primeiro encontro aconteceu em Penny Lane, pois era próximo de ambas as casas. Dot relatou ter ficado nervosa, mas Paul (fofo como sempre) contou suas historias horríveis sobre visitas ao dentista, o que a deixou mais relaxada.

Em pouco tempo de namoro, Paul se tornou possessivo com Dorothy, a ponto de fazer uma lista de coisas que ela não deveria fazer. Sua obsessão por aparência, foi além da proibição de sua namorada de fumar:  fez Dorothy ir ao salão, para tingir seus cabelos de loiro, pois na época,ele e John eram apaixonados pela atriz Brigitte Bardot, obrigando suas namoradas a ser vestir e usar os mesmos penteados. (Fato admitido por Paul em uma das suas biografias)

Brigitte Bardot, musa do Paul e do John

Apesar do lado “mandão”, Paul era generoso, comprando roupas finas para Dot, sempre que ganhava algum dinheiro com a banda.

Aos 16 anos, Dot ficou grávida de Paul. Sem receber apoio de sua família, foi Jim McCartney (pai de Paul) quem a ajudou, a confortando e não permitindo que sua família mantivesse a ideia de dar o bebe pra adoção, e até mesmo fazendo planos de um futuro casamento. Mas com 3 meses de gravidez, Dot sofreu um aborto natural. Paul a visitou no hospital, com flores para animar a amada. Apesar de chateados pela perda, ambos ficaram aliviados, pois eram muito novos.

Meses após o aborto,a banda resolveu ir para Hamburgo, Alemanha.Dot que já era muito amiga de Cynthia, iam visita-los frequentemente e sempre mandavam cartões e fotos.

Um dia, Dot foi a casa de Paul, para visitar seu pai e encontrou uma carta de amor de uma alemã, escrita em inglês. Paul a estava traindo. Mesmo assim, ela recebia diariamente cartas de amor.

Com a volta dos rapazes a Livepool, as coisas haviam mudado. O sucesso crescente, garotas viviam a assediando afim de saber como Paul era, e sempre havia alguém rodando sua casa e furtando qualquer coisa que pertencesse ao Beatle.

Dot e Paul durante um show

No final de 1961,  se vendo cada vez menos, brigando cada vez mais, as pressões das mudanças, a negativa de Brian Epstein (empresário da banda) em Dot ir ao concerto dos Beatles, Paul terminou com Dot.

Quando Cynthia ficou grávida de Jules, Dot se mudou para o mesmo prédio, afim de ajudar a amiga. Sempre via Paul e em uma ocasião os dois foram pro carro dele e ficaram se beijando, até que Paul reparou em sua meia calça brilhante e pediu que ela saísse do carro. Aparência pra ele,ainda era tudo. Se todos soubesse o que Paul fez com Dot, pela aparência, ficariam de queixo caido. Mas não estamos aqui pra julgar ninguém, certo? Muito menos Sir Paul.

Em 1964,  Dorothy se mudou para o Canadá, onde após 3 dias em seu novo lar, conheceu seu futuro marido, o alemão Wener Becker, tendo com ele três filhos.

Um ano depois de sua mudança, Dot encontrou seu antigo namorado, com os Beatles que tocariam em um show no pais. Alguns anos depois, Paul mandou um Rolls Royce busca-la junto com sua família para um concerto dos Wings, onde Dot conheceu a então Sra McCartney, Linda.

Dot atualmente

Lembra as cartas que Sir Paul mandava pra Dot,enquanto estava na Alemanha?Delas nasceram a bela musica PS:I Love You.

Por Paula Balducci

Anúncios

38 Respostas para “A 1ª carta de amor, a gente nunca esquece

  1. Que massa, uma coluna sobre as beatlegirls!! *-*

  2. Adorei a nova coluna, vou conferir sempre!
    E o blog tá cada vez melhor, sempre passo aqui para ler a novas matérias. Continuem assim, e obrigada! 🙂

  3. amei amei amei a coluna *-*

  4. Adorei saber a história! Impressionante como fãs são, fiquei um tanto quanto decepcionada de ler da importância que ele dava pra aparência e como ele tratava a Dot, mas no final eu só pensei em: “Que fofo, ele mandou um rolls royce pra buscar ela e a família para um show dos Wings!” hauahuahau

    Essa coluna vai render histórias, ô se vai! hauah 😀

    • Verônica, eu também me decepcionei muito quando pesquisando,descobri as coisas que o Paul fazia com ela.Mas temos que entender que ele era um adolescente,e as vezes adolescentes podem ser meio imaturos né?
      Obrigada pelo elogio,continua acompanhando a coluna,que ainda vai ter muuuita coisa boa!
      beijos

  5. Oi Paulinha!
    legal essa matéria, dá um toque feminino ao blog, e o que não pode ser subestimado, afinal os beatles adoravam, amavam e sempre tinham suas girls!
    Claro que, ainda você está retratando um período mais juvenil da fase deles, adolescente (eu ainda não fiz nenhuma grande, rsrs, tenho 13 anos ainda, rsrs), faz sempre as suas “cagadas’,.
    mas a dot não era a mulher dele não, e a Linda sim, oras.
    eu não sei muito como as mulheres são ainda, e ainda mais naquela época, e sem contar que o Paul era famoso já.

    Mas acho que essa coluna, que está D+, vai ficar melhor ainda quando começarem a vir as “girls” da vida dos beatles, como Linda, Yoko e Olivia, aí sim, o papo sério e é de AMOR.
    aqui ainda eles tavam curtindo, rsrsrs

    bom paulinha, já estou falando demais, vou deixar com vc para as proximas colunas!

    beijo grande e parabéns!

    Tomas

    • E ai,Tomas?
      Primeiro,obrigada pelo comentário,legal saber que a coluna não é só lida por meninas!
      Como eu disse no inicio da coluna,comecei pela Dot,por ela ser tão desconhecida assim.
      Eu não disse que a Dot era mulher dele,ela foi uma namorada,que inspirou uma musica e pegou bem o inicio do sucesso dos Beatles.
      Em relação a Linda,Yoko e Olivia seram as “girls” da vida dos Beatles e somente elas serem amadas,eu não concordo.
      Todas que passaram pela vida de cada um foi marcante e amada.Umas mais outras menos.Mas todas foram importantes.

      Obrigada pelo comentário,continue dando sua opnião!
      Beijos

      • “Em relação a Linda,Yoko e Olivia seram as “girls” da vida dos Beatles e somente elas serem amadas,eu não concordo.”

        sim Paulinha, acho que me expressei mal até, sorry..
        quis dizer que o amor de namorada e esposa é diferente, acho,,

        bom, é isso, mais uma vez, parabéns!

        Tomás

  6. ameei essa coluuna noova! só achoo que quando chegar a vez das beatlesgirls do Ringo, vou ficaar morrendo de ciúmes! sushsauhsusah! parabéns!

  7. ô, ficou massa demais! lembro de ter lido sobre ela, mas não assim de forma mais clara! parabens!!

  8. Ah, gente… eles eram uns crianções. Aprontavam o que queriam e as mulheres não faziam nada, porque naquela época elas eram educadas a ser submissas…

    O que eu achei engraçado foi o Paul se preocupar tanto com a beleza justamente da namorada mais feia que ele já teve, huahuahua!

    • Oie,Mariana.
      Assim,eu acho que além de existir esse pensamento da mulher submissa,era inicio da carreira da banda.Várias fãs em cima,nem todo o homem resisti né?Além da distancia entre Londre e Alemanha.
      Paul não era preocupado com a beleza da Dot,era preocupado com a aparencia.Ele queria que ela estivesse impecavel,sempre!
      Obrigada pelo comentário,continua acompanhando,viu?
      Beijos!

  9. Aaaaaeee coluna nova!! 8D e muito bacana!!
    Oba oba oba!!
    Ótima matéria Paula, não sabia que o Paul era assim novinho, sabia do John, pois já li muito isso nas biografias dele, mas do Paul.. novidade…

  10. Paula, eu tenho várias informações sobre outras duas namoradas pouco conhecidas do Paul: Peggy Lipton e Maggie McGivern. Se quiser, é só me pedir;

  11. Muito boa a coluna meu amor! Mandou muito bem! Esse Sir. Paul aí ein….. nem digo nada. Muito interessante a abordagem dada. Parabéns! A melhor coluna do blog! *-*
    Bjão!Te amo!

  12. esta coluna promete, paulinha! vê se você descobre alguma coisa sobre a carol wilson. ela “ficava” com o paul na época que eu vivia plantada na porta da casa dele (esperando o john, que ia pra lá muitas vezes de tarde). acho até que ela saiu em alguma das fotos que eu tirei na época. boa sorte! beijos

  13. Edcarlos da Silva

    Paulinha!!!!
    Excelente matéria! Parabéns!!!

  14. Amei a nova coluna! Eu queria tanto uma coluna assim, você leu meus pensamentos, Paula! hahahah… Mal posso esperar a hora de chegar as Beatlesgirl do George Harrison (uia.. vou aparecer aqui kkkkk’ brinks), vou ter um ataque de tantos ciúmes! HSUAHUSAHUH’

    Eu achei essa Dot muito feia, hehe.
    Coitadinha, mas mesmo assim… o Paul não
    consegue deixar de ser fofo, onw. (L)

  15. Marcelo Massariol

    Impressionante!!!

  16. Poxa eu adoro P.S I love you.
    Não fazia ideia que essa música tinha sido o McCa que tinha escrito.
    Adorei a coluna nova. É bom conhecer as “felizardas” que conquistaram o coração (que fosse por um tempo) dos meninos.
    Só não escrevam sobre a Sra. Ono. hahahaha
    Brincadeira, querendo ou não ela foi a mulher que teve mais influência na banda.

  17. AAAAAAAAAAAAAAAAAAH, queria saber o que mais Paul fez em relação a Dot!

    Ótima matéria, parabens!

    • Oi,Bruna!
      Bem,o Paul queria que ela ficasse igual a Brigitte Bardot,como eu falei ali em cima.Ele a fez ir no salão,pintar o cabelo.O resultado ficou péssimo,ele falou isso na cara da pobre Dot e disse pra ela só voltar a procura-lo quando o cabelo voltasse a crescer =(

      Obrigada!
      Beijos

  18. Amei a nova coluna e também amei a matéria !
    Foi muito bom saber sobre essa primeira namorada do Paul e as maluquices dele ! HAHAHAHAHAHA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s