E aí… como você escuta os Beatles?

The Beatles é  um assunto que abrange muitas áreas.  Uma prova disso é a quantidade de edições que temos dos discos oficiais deles, que não  são apenas direto da Inglaterra, são exemplares que rolam até nos países em que o ‘Fab Four’ nunca pisou!!! O Brasil tem várias dessas edições e reedições das coleções… Até da pra se perder com tanto que já rolou.
.
Resumindo, vamos começar a falar dos discos dentro do possível. Mas vale ainda explicar para os mais novos alguns detalhes:
.
Algum tempo atrás os discos dos Beatles não eram lançados só em cd, existia (e graças a Deus tá voltando a existir novamente!) o ‘Long Play’ (LP), uma esfera feita a partir de derivados de petróleo (na prática, um “cd” com o limite de 62 minutos, dividido em dois lados, cada um, com 31 minutos no máximo, dependendo da compressão). O ‘Long Play’ tinha variações de tamanho (3, para ser mais exato):
.
  • Uma em 12 polegadas (o mais encontrado por aí)

Exemplar do Live at the hollywood bowl, 1977

  • 10 polegadas (bem raro e talvez nem seja tratado nessa coluna, mas os Beatles chegaram a ser lançados nesse formato em alguns países)Apenas como exemplo, pus meu único 78 rpm que tenho, da trilha do filme ‘Cantando na Chuva’

  • Por fim, o formato de 7 polegadas que tem duas variações, ele poderia vir com uma faixa de cada lado (no caso o compacto simples)

Xodózinho numero 3

  • E quando era lançado com mais faixas (duas ou três por lado) era chamado de compacto duplo (‘EP-extra play’), meu favorito.

Xodózinho numero 1

Ainda falando sobre compactos, lá fora eles geralmente saíam com a rotação diferente dos lançados aqui. Também havia o de 45 rotações, porém foi abandonado no ano de 1960. Porém, em 1975 a EMI lançou uma série de compactos dos Beatles (26 compactos no total) com essa rotação.

Xodózinho número 2

O padrão do Brasil, desde 1960 para os compactos é de 33 rotações por minuto com exceção do Maxi-single (um 12 polegadas com duas a 4 musicas somente) que são lançados em 45 rotações. A EMI é lançou muitos assim.

Os de 10 polegadas, em sua maioria sempre foram lançados com 78 rotações por minutos. Esse é o ‘pai de todos os formatos’, pois foi lançado no inicio do século 20 e ficou rodando até 1964 (pelo menos aqui no Brasil essa é  a data final pra ele, mas em países como Argentina e Índia você costuma achar coisas dos Beatles ainda assim. Me amarro de ficar olhando!)

Alguns detalhes curiosos…

  • Na Índia consta no catálogo o lançamento de um 78 rotações com Hey Jude! É Mole? (não duvide, pois olha o que existe na foto abaixo..)Aceito doações hehehe
  • K7: O Fab Four chegou a ser lançado por aqui (mas só a partir dos anos 70) em fitas Cassete, ou musicassete. Consistia basicamente de um estojo de plástico com um rolo de fita, praticamente uma miniatura de onde estão guardadas as gravações originais (99% pelo menos) dos Beatles. (Porém, nesse caso, o estojo não é de plástico e sim um tipo de escudo de aço para segurar a fita e evitar problemas de embolar e perder o material.)

Exibidas as primeiras tecnologias usadas em discos no passado ficará mais fácil  identificar as formas usadas em cada lançamento a partir de agora. Mas… Opa! Ia me esquecendo de mais um jeito de se capturar o áudio! Claro! O vídeo! Mas esse eu não vou especificar agora porque será melhor explicar quando vier o capítulo em que ele for citado aqui!

Galera, ainda tenho assuntos demais pra serem citados aqui que eu não vou simplesmente falar das edições, e sim como as musicas soam aos ouvidos pois há uma brutal diferença entre quase TODAS as edições dos discos da banda. Algumas possuem ‘pulos’, outras alguns tem segundos a mais… Umas, mixagem em estéreo outras, em mono (de uma forma maluca que ninguém nunca entendeu, mas escutou, comprou e as vezes você tem aí na tua casa perdido!)

Mas juntos, ajudarei nessa identificação dos discos e você pode acabar descobrindo que tem raridade, em disco, mp3, compactos e K7!

Até a próxima!

PS: agradeço muito a equipe Beatles To The People por toda a força, camaradagem, espaço e paciência para a estréia da coluna, Jana Rubber, minha lindinha que amo tanto e o Senhor Renato Kaczmarkiewicz Jantália, meu pai, pelo meu primeiro Lp dos Beatles que me inspirou a conhecer a sonoridade Beatlemaníaca!

Por André Katz

Anúncios

13 Respostas para “E aí… como você escuta os Beatles?

  1. AEEEEEEEEEEEEE!
    Grande estréia falando de um assunto complexo que poucos sabem das diferenças.
    Adorei!
    E vamos aprendendo!

    Bjos, luv.

  2. E aí!
    Parabéns pela matéria.
    PAZ e “picolés de alegria”!
    Jeová

  3. Aeee assunto muito bacana!!
    Ótima matéria!!
    Respondendo a pergunta título… eu escuto em cd, em fita k7, e recentemente comprei meus primeiros discos de vinil!! Só estou esperando a prima da minha mãe trazer o toca-discos que ela me prometeu!!
    8D

  4. Eu ouço nos meus vinis. Quaaaaase todos. Herança do meu pai. ❤ Achei super legal isso. Vai que eu tenho uma raridade, né…

  5. vinil sempre, sempre, sempre.
    cd é uma bosta, risca por tudo e ainda pula, vsf

  6. e k7 também. desde pequena ouvindo o beware of abkco do harrison, éramos felizes e não sabíamos

  7. Pela grana curta e a falta de vontade de comprar música das gerações passadas da minha família, eu ouço basicamente no computador, mp3 e flac.

    Agora que estou tendo um dinheirinho comecei a comprar CDs, e até uns LPs (sou apaixonada por LPs!), mas nada demais, ainda. :/

    E que inveja dessa coleção, hein!?

  8. Ouço em geral nos CDs e no MP3. Mas gosto mesmo é de vinil. To esperando ter dinheiro pra comprar os remasters em vinil que logo vão sair (se já não saiu) e um bom sistema de som 😉

  9. Comprei todos os CDs da primeira geração, ouvi dois míseros LPs que minha família tinha deles e hoje comprei tudo remasterizado.

    Ah, e em MP3 também que sou filha de Deus, né? rsrsrs!

  10. ouvia mais pelo computador, não tenho vinis herdados pois ninguem da minha família foi beatlemaníaco 😦 mas estou comprando o máximo de cds que eu puder, não tem muita graça mais ouvir no iPod…

  11. Eu sou fã dos FabFour, me tornei beatlemaníaco quando ouvi a música “Love me Do” com 8 anos (2000), até essa época só conhecia Beatles de nome, nunca tinha ouvido nada deles. Mas depois que ouvi o lp 20 greatest hits em 2000 ( ganhado de outro beatleamaníaco) eu pirei com as músicas, ouvia sem parar. E Hoje tenho uns 25 lp

  12. Onde se compra esse estojo?

  13. Tenho um box com 26 compactos dos Beatles em 45 RPM, produção exclusiva de uma revista de Rock da Editora Abril na década de 60/70, que ganhei num concurso de Frases/Slogan na época e que guardo até hoje, sem uso! Gostaria de saber qual é o valor atual desta coleção e quanto posso conseguir vendendo para colecionadores. Os colegas Beatlemaníacos podem ter esta informação. Estarei no aguardo. meu e-mail é:
    pfcnikita@yahoo.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s