Os reis do ié, ié, ié chegam ao cinema!

Com o lançamento de “With the Beatles” e do single “I want to hold your hand / This boy”, os Beatles conseguiram chegar aonde tanto queriam: O topo das paradas dos Estados Unidos. A agenda da banda ficou ainda mais corrida, com várias apresentações na TV, participações em programas de rádio, shows cada vez mais disputados e sucesso absoluto de vendas de LPs e singles. Era o início da Beatlemania, que em breve tomaria conta do mundo. Com todo esse sucesso, a banda começou a pensar em atuar em um filme e o empresário Brian Epstein adorou a idéia de levar o quarteto às telonas.

Os Beatles já eram fãs dos filmes de rock and roll, não tanto pelos roteiros, que eram péssimos, mas pelas músicas. Esse era o grande motivo que levava os jovens ao cinema para assistir os filmes de rock. No caso dos Beatles, eles queriam uma boa história e exigiam que a trilha sonora fosse composta por Lennon & McCartney.

Devido aos compromissos, as filmagens precisavam acontecer de forma rápida e o mesmo aconteceria com as gravações. Sendo assim, a banda teve por volta de duas semanas para compor, ensaiar e gravar a trilha que foi lançada no 3º disco dos Beatles, levando o mesmo nome do filme: A Hard Day’s Night.

O filme conta de forma resumida, como era o dia-a-dia da banda, entre programas de TV, rádio, ensaios, gravações e shows; tudo isso em meio à histeria das fãs. No disco, o lado A contém as 7 canções inéditas do filme. As 6 canções do lado B foram compostas durante as filmagens e não fazem parte da trilha sonora.

A Hard Day’s Night é o único disco dos Beatles a conter somente composições da dupla Lennon & McCartney e trás alguns dos maiores clássicos do rock do século XX:

A Hard Day’s Night
Gravação: 16 de Abril de 1964

A faixa-título do disco e do filme é uma composição de John e teve o título influenciado em uma das frases de Ringo. Paul McCartney ajudou na composição do refrão e é ele quem canta essa parte. George usa sua recém-adquirida Rickenbaker de 12 cordas para o acorde da introdução. Esta música foi lançada inicialmente em single, chegando ao 1º lugar em menos de uma semana após o lançamento.

I Should Have Known Better
Gravação: 26 de Fevereiro de 1964

Outra composição de John que também toca harmônica (gaita de boca) na gravação. A canção ficou imortalizada na cena do filme, onde eles tocam no trem. No Brasil, Renato e Seus Blue Caps fizeram uma versão em português, chamada “Menina Linda”, que fez sucesso antes mesmo da canção original chegar ao país.

If I Fell
Gravação: 27 de Fevereiro de 1964

Belíssima balada composta por John, com uma melodia muito bem elaborada, destacando a 2ª voz de Paul McCartney.

I’m Happy Just to Dance With You
Gravação: 01 de Março de 1964

Outra composição de John.  É a única canção que George Harrison canta no disco, acompanhado de John e Paul nos backing vocals.

And I Love Her
Gravação: 27 de Fevereiro de 1964

Música de Paul McCartney, dedicada à sua namorada da época, a atriz Jane Asher. O arranjo contou com violões e percussão, saindo um pouco do padrão de gravação que a banda mantinha na época. Sem dúvida, uma bela canção de Paul e um clássico dos Beatles.

Tell Me Why
Gravação: 27 de Fevereiro de 1964

Composição de John, que faz o vocal principal. Paul e George ajudam nos backing vocals do refrão.

Can’t Buy Me Love
Gravação: 29 de Janeiro de 1964

Composição de Paul, lançada inicialmente em single, junto com “You Can’t Do That”. A música foi gravada na França, nos estúdios Pathé Marconi, na mesma sessão em que gravaram as versões em alemão de “She Loves You” e “I Want to Hold Your Hand” (lançadas em um single e mais tarde no Past Masters Volume 1). Can’t Buy Me Love é cantada apenas por Paul e se tornou um dos grandes hits do disco.

Any Time At All
Gravação: 02 de Junho de 1964

Composição e vocal principal de John . A canção foi produzida durante as filmagens de A Hard Day’s Night e não está incluída na trilha. George Martin é quem faz o piano.

I’ll Cry Instead
Gravação: 01 de Junho de 1964

O country composto e cantado por John seria incluído na trilha do filme, mas foi substituído por Can’t Buy Me Love. Curiosamente, a versão lançada nos Estados Unidos pela Capitol sofreu uma remixagem diferente e a canção teve um verso repetido no final.

Things We Said Today
Gravação: 02 de Junho de 1964

Composta por Paul para Jane Asher. A canção fala das promessas de amor do casal e da falta de tempo dos dois, devido aos compromissos de trabalho.

When I Get Home
Gravação: 02 de Junho de 1964

Música de John Lennon, que canta acompanhado dos backing vocals de George e Paul.

You Can’t Do That
Gravação: 25 de Fevereiro e 22 de Maio de 1964

Outra composição de John, lançada no single com “Can’t Buy Me Love”. Além do vocal principal, John também fez o solo de guitarra na canção que foi escrita após uma discussão com Cynthia, sua primeira esposa.

I’ll Be Back
Gravação: 01 de Junho de 1964

Música de John, que faz a primeira voz. Paul e George ajudam nos vocais que dão um toque especial à canção.

O filme ainda conta com outras 5 canções lançadas anteriormente e que por isso mesmo não foram incluídas no disco: “Don’t Bother Me”, “I Wanna Be Your Man” e “All My Loving” (do disco With the Beatles), “She Loves You” (lançada em single em 23 de agosto de 1963) e “Ringo’s Theme” (versão instrumental de “This Boy”, lançada somente na versão americana de A Hard Day’s Night).

O LP foi lançado acompanhando o filme homônimo, em 10 de julho de 1964; permanecendo por 21 semanas no topo das paradas. Só saiu de lá para dar lugar ao álbum seguinte dos Beatles.

Nos Estados Unidos, o disco foi lançado somente com as canções do lado A, além das versões instrumentais que fizeram parte da trilha do filme. A edição americana trás a capa vermelha, com a nota: “Original Motion Picture Sound Track”. A edição lançada no Brasil se chamou “Os reis do Ié, Ié, Ié” e as canções eram as mesmas do disco britânico.

A Hard Day’s Night, que vendeu 1 milhão de cópias nos Estados Unidos em apenas 4 dias,  representa o auge da carreira dos 4 rapazes que, com pouco mais de um ano desde o lançamento do primeiro disco, conseguiram a inédita marca de 5 canções nos primeiros lugares das paradas de sucesso: 1º. “Can’t buy me love”, 2º. “Twist and shout”, 3º. “She loves you”, 4º. “I want to hold your hand” e 5º. “Please please me”.

Ainda hoje, o disco é considerado um dos melhores álbuns de rock, devido ao número de hits que há nele. Além disso, A Hard Day’s Night mostra os Beatles numa fase de intensa criatividade, experimentando novos recursos de estúdio e produzindo arranjos mais elaborados.

Leia análises anteriores:

– With The Beatles

– Please Please Me

Por Edcarlos da Silva

12 Respostas para “Os reis do ié, ié, ié chegam ao cinema!

  1. Belo trabalho, texto bom, simples e com informacoes corretas…continuem assim, parabens.
    LOVE IS ALL WE NEED,
    Marco Antonio Mallagoli

  2. Mesmo sendo feito tão corrido, esse pra mim é um dos melhores Cds dos Beatles! Só perde pra Sargent Peppers e Help!. Foi o primeiro Cd deles que eu comprei, CD PERFEITO!

  3. Porra! Que SUSTO eu tomei com o nome deste post! Até perceber que era Discografia comentada… achei que iam passar o filme em algum circuito por aqui.

  4. amoooooo esse filme, não paro de ver ele no youtube…… ele é muito show, é totalmente diferente de Help!…. esse filme mostra um lado mais verdadeiro deles…. o que eles viviam com toda essa loucura…..

  5. DUAS semanas!!! o.O
    05 de abril de 1964
    Os Beatles filmam a cena de abertura de “A Hard Day´s Night” (aquela famosa em que George e Ringo tropeçam e caem de verdade) em Boston Place em Londres. Mais tarde, outras cenas são filamadas na Marylebone Station.

    04 de abril de 1964
    Os Beatles ocupam as 5 primeiras posições da Billboard (um recorde imbatível até hoje). Também se tornam os únicos artistas a conquistarem três números 1 consecutivos: “Can’t Buy Me Love” sucedeu “She Loves You,” que sucedeu “I Want to Hold Your Hand”.
    Nº 1 – Can´t Buy Me Love
    Nº 2 – Twist And Shout
    Nº 3 – She Loves You
    Nº 4 – I Want To Hold Your Hand
    Nº 5 – Please Please Me

    Fonte: Beatles Diary.

    Vc sempre colocando as matérias em dias importantes sobre o que elas falam.

    Ótimo texto!!

  6. oown, eu tenho esse filme! não canso de ver, é perfeito, muito engraçado! kkkkkkk

  7. É um dos filmes que mais assisto, AMO

  8. Muito legal o post!
    No meu blog eu fiz uma brincadeira com a história desse álbum; para quem quiser ver, este é o link: http://danistarkey.blogspot.com/2009/03/como-surgiu-o-album-hard-days-night.html

  9. Parabéns pelo texto, Ed! A Hard Day’s Night é para mim o melhor álbum da 1a fase da banda.
    Vale comentar que, pelo tempo dado para compor, gravar as músicas e o filme, não conheço qualquer outra banda que faça algo semelhante, e com tantos clássicos do rock.

  10. Elaine C A Barbosa

    Falar o que, né Ed? Mandou benzaço de novo… Meu filme favorito ainda é Help, mas a clássica foto da ‘fuga’ deles é das minhas fotos favoritas desde sempre… Ela é fundo da minha agenda virtual no IGoogle e tudo, talvez por causa da correria🙂
    E o álbum… é o melhor da primeira fase também, na minha honesta e humilde opinião…
    E o filme… A parte da entrevista deles é das mais engraçadas do mundo🙂

  11. Eu tb tenho esse filme *-* ainda mais é disco duplo! Vem com umas informações adicionais e td. Mt bom.

  12. Elogio do Malla não é para qualquer um…

    parabéns e faço dele as minhas palavras.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s