Oh, girl….

Hoje é o Dia Internacional da Mulher e eu te pergunto: o que seria dos Beatles sem elas? Elas são fontes de inspiração, são companheiras, motivadoras… Cada uma com seu estilo, mas todas muito amadas.

Pausa: Uma boa oportunidade para comentar sobre a banda cujo show eu vi há dois anos. “Mulheres Cantam Beatles” tem mais de 10 anos de estrada e eu as conheci através de uma das cantoras.

Quem puder ver um show, vale a pena!

Eu ia fazer um Quizz pra vocês testarem seus conhecimento descobrindo quem são as Beatle Girls na foto acima. Mas decidi falar eu mesmo para vocês não deixarem de conhecê-las. (Ainda falaremos muito mais sobre cada uma delas aqui no blog).

Primeira linha:

Jane Asher – Namorada do Paul no início da Beatlemania. Era atriz e o casal era considerado o mais pop da época. Terminaram em 67.

Cinthya Lennon – Primeira mulher de John, mãe de Julian. Teve que conviver com certo abandono de John tanto durante quanto depois do casamento.

Patty Boyd – Esposa de George, também sofreu com as “escapadas” do marido. Acabou dando o troco, e largou George para casar-se com Eric Clapton.

Maureen Cox – Primeira mulher de Ringo, o casamento acabou abalado pela manguaça em que Ringo se meteu no fim da banda.

Segunda linha:

Linda McCartney – Minha preferida, apesar de não ser a mais gata. Esposa de Paul, batalhou ao lado dele por causas como Vegetarianismo e Proteção aos Animais. Infelizmente, nos deixou em 1998.

Yoko Ono – Você pode achar o que for dela, mas John a amou e muito. Foi com ela que ele decidiu passar o resto de sua vida e só por isso, a mais polêmica das Beatles Girls merece seu respeito.

Olivia Harrison – Segunda esposa de George, acompanhou-o durante toda sua caminhada, inclusive nos últimos e mais difíceis momentos do Beatle aqui na terra.

Barbara Bach – Quem diria que seria o Ringo, o Beatle a casar com a mulher mais linda e desejada. Ela é atriz e foi uma das Bond Girls mais veneradas do cinema. 

Obs.: (Heathers Mills de c* é r*!)

E pra fechar, duas mensagens mais apropriadas seriam difíceis de encontrar. Embora Paul seja considerado o mais romântico dos Beatles, na minha opinião foi John quem acertou em cheio. Na primeira, ele bota a cara a tapa e entra na luta pela valorização das mulheres. Na segunda, uma linda declaração de amor para Yoko.

Feliz Dia Internacional da Mulher!

We make her paint her
face and dance
If she won’t be slave ,we
say that she don’t love us
If she’s real, we say she’s
trying to be a man
While putting her down we
pretend that she is above us
Woman is the nigger of
the world…yes she is
If you don’t belive me take a
look to the one you’re with
Woman is the slaves of
the slaves
Ah yeah…better screem
about it
We make her bear and raise
our children
And then we leave her flat for
being a fat old mother hen
We tell her home is the only
place she would be
Then we complain that she’s
too unworldly to be our friend
Woman is the nigger of
the world…yes she is
If you don’t belive me take a
look to the one you’re with
Woman is the slaves of
the slaves
Yeah (think about it)

Woman I can hardly express,
My mixed emotion at my thoughtlessness,
After all I’m forever in your debt,
And woman I will try express,
My inner feelings and thankfullness,
For showing me the meaning of succsess,
oooh well, well,
oooh well, well,

Woman I know you understand
The little child inside the man,
Please remember my life is in your hands,
And woman hold me close to your heart,
However, distant don’t keep us apart,
After all it is written in the stars,
oooh well, well,
oooh well, well,

Woman please let me explain,
I never mean(t) to cause you sorrow or pain,
So let me tell you again and again and again,
I love you (yeah, yeah) now and forever,
I love you (yeah, yeah) now and forever,
I love you (yeah, yeah) now and forever,
I love you (yeah, yeah)…

Anúncios

5 Respostas para “Oh, girl….

  1. Não gosto da Yoko e já te disse o porquê, mas respeito o que você disse. Ele a escolheu e nós não podemos julgá-lo por isso, pelo contrário, apenas apoiar.

    É como falar que abomina a mulher do melhor amigo.

  2. Algumas das atitudes de Yoko não são nada agradáveis para mim. Mas quem sou eu, não é mesmo? John viu algo que a maioria não viu, e , querendo ou não, se tornou uma pessoa melhor depois que conheceu ela.

    Pra mim, a que mais me faz falta é a Linda. A minha preferida! Já que não posso escolher um Beatle, escolho uma Beatle Girl! A Humildade e o companheirismo dela trasformaram e enfeitiçaram o Paulie também.

    Enfim, todas merecem respeito nessa data especial, todas sem exceção!

  3. Eu sei que vai parecer perseguição, mas como é feia essa yoko, parece um fantasma perto das outras…

  4. Prefiro a Linda, mas não tenho motivo algum para não gostar da Yoko… John Lennon quis ela, ótimo, é suficiente. E ela é melhor do que a Cynthia Powell, hein… Querendo ou não ela se meteu nos trabalhos do John e o acompanhou, sei lá, me pareceu mais, er, esposa, mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s