Troque seu cachorro por uma Abbey Road pobre

Agora todo mundo quer ajudar abbey Road, afinal o estúdio é considerado o mais importante do mundo. Paul já declarou que espera que ajudem o estúdio a se livrar dos problemas financeiros da EMI. Hoje foi a vez do compositor britânico Andrew Lloyd Webber declarar sua real intenção de comprar, já que ele gravou lá grande parte de seu reperttório, incluindo “Jesus Cristo superstar” e “Love never dies”, sua continuação para “O fantasma da ópera”.

“Andrew acha vital para futuro da indústria musical do Reino Unido que os estúdios sejam preservados. Abbey Road conta com enormes instalações, com três grandes estúdios de gravação. Ele provavelmente levou mais artistas para gravar lá do que qualquer outra pessoa, justamente por conta da capacidade que Abbey Road tem de abrigar grandes produções orquestrais”, disse Lord Lloyd Webber, porta-voz do músico.

No Facebook, cerca de oito mil pessoas uniram-se a uma campanha e produziram uma petição online pedindo que Abbey Road seja mantido em funcionamento.

E a National Trust, que cuida da preservação de locais históricos do Reino Unido, anunciou que pode comprar o local onde foi gravado quase todo o repertório dos Beatles. Na minha opinião, essa é a alternativa mais coerente. Afinal, Abbey Road se tornou um patrimônio da música, tanto britânico quanto mundial, e nada melhor que uma instituição séria para cuidar dela. Antes que um Sheik árabe ou algum popstar maluco resolva comprá-la, assim como aconteceu com o catálogo dos Beatles.

“Tchacu Pire Pire Nai!”

FONTE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s