Artigo sobre Steve Jobs, John Lennon e o mundo

A palavra ‘Apple’ significa muitas coisas para Steve Jobs. Ela evoca Newton e a ciência; conhecimento e fruto proibido; há boatos de que é uma homenagem à Alan Turing, o pai da era do computador que cometeu suicídio comendo uma maçã com cianureto; e finalmente, simboliza uma de suas maiores influências: The Beatles, especialmente John Lennon.

Steve Jobs se inspirou na visão da Apple Corps dos Beatles, e pediu permissão à banda para nomear sua companhia assim também. Nenhuma das partes pensou que a Apple Computers’ se tornaria tão grande.

Quando Steve Jobs voltou à Apple, em 1997, lançou a campanha ‘Think Different’, saudando os heróis de sua vida cujas visões ele esperava que fossem inspirar a nova fase da Apple. Um de seus anúncios mostrava John Lennon e Yoko Ono, com a logo da Apple e o slogan ‘Think Different’. Anos depois, quando a Apple abriu suas próprias lojas, ele as chamou simplesmente de ‘Imagine.’

Mas em algum lugar ao longo do caminho, apesar do Think Differente, Steve parece ter perdido sua visão de humanitarismo, de ser o Prometeu da era digital. Atualmente tudo que Steve parece se interessar é criar produtos sofisticadíssimos, de uma maneira autocrático, com uma crescente exclusão social e preços superestimados. Nada bom, especialmente em meio a uma crise econômica global. É quase chocante ver Steve completamente mudado de sua postura revolucionário do início da cultura digital. Ele também perdeu o apelo da revolução do Netbook, laptops úteis e pequenos, que fazer sucesso na indústria.

Parece que é Nicholas Negroponte da MIT Media Labs que hoje realmente ‘Pensa Diferente’. Ele lançou o netbook ao mundo, com sua iniciativa “Um Laptop por Criança”, que ele insiste, não é pelo laptop, mas pela educação de crianças pobres mundo afora. para promovê-la, o projeto lançou um novo comercial, com uma reencarnação digital de John Lennon. Ok, é um pouco cômico, a voz e o sotaque soa meio falsos, mas a mensagem é forte e inspiradora.

Parece que hoje é Nicholas Negroponte da MIT Media Labs que realmente “Pensa Diferente”. Ele lançou a revolução do Netbook, com a campanha “Um Laptop Por Criança”, na qual ele insiste, não é pelo laptop, mas pela educação das crianças pobres do mundo. Para promove-la, ele lançou um novo comercial, com uma reencarnação digital de John Lennon. É um pouco cômico, a voz e o sotaque soam falsos, mas a mensagem é forte e inspiradora.

Bom ou ruim, John Lennon como o novo herói da revolução do computador merece uma reflexão. E espera-se que um dia, Steve veicule um comercial com Negroponte entre os heróis da campanha Think Different. Enquanto você assiste ao vídeo da campanha aqui, pense: “ Steve Jobs pode pensar em f azer a diferença no mundo com computadores e tecnologia que toquem a vida de pessoas normais ou até as pobres, finalmente fazendo verdadeira diferença no mundo?”

VÍDEO – Campanha Think Different com John Lennon e outras personalidades, de 1997.

.
Locução:
.
Essa é pros loucos.
Pros desajustados.
Os rebeldes.
Os criadores de problemas.
As pontas redondas em formas quadradas.
Aqueles que vêem diferente.
Que não se encaixam em regras.
E que não tem respeito pelo status quo.
Você pode falar deles, discorda, glorificar ou vilanizá-los.
A única coisa que você não consegue fazer é ignorá-los.
Porque eles mudam as coisas.
Eles empurram a humanidade pra frente.
E enquanto alguns podem vê-los como malucos,
Nós vemos gênios.
Porque as pessoas que são loucas o bastante para pensar
que podem mudar o mundo.
São as que conseguem fazê-lo.
.
VÍDEO – Campanha “One Laptop Per Child” com John Lennon recriado, de 2008

.
Imagine que todas as crianças,
Não importa onde elas estejam no mundo,
Pudessem ter acesso a um universo de conhecimento
Elas teriam uma chance de aprender, de sonhar,
De alcançar qualquer coisas que elas quisessem
Eu tentei fazer isso com minha musica,
Mas agora você pode fazer isso de uma maneira bem diferente
Você pode dar um laptop a uma criança
E mais do que imaginar,
Você pode mudar o mundo
.
FONTE: http://niyam.com/blog/gnulinux/2008/john-lennon-steve-jobs-and-poor-children-of-the-world/
.
Comentário do João: Achei de mau-gosto recriarem o John Lennon digitalmente. E quanto ao Steve Jobs, realmente a Apple se torna cada vez mais elitista.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s