Jornalista fala sobre Luiz Gonzaga e os Beatles

lgonzaga-1Há 20 anos, morria Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. Relembre a história do músico na matéria 20 Anos sem o Elvis do Sertão.

O jornalista e crítico musical Tárik de Souza fala ao site da Rolling Stone Brasil sobre a dimensão histórica (e fonográfica) de Gonzaga. Para o crítico, guardadas as diferenças, Gonzaga representou para o Brasil o que Elvis Presley significou para o mercado norte-americano. Tárik também elencou uma lista comentada com as cinco canções essenciais de Luiz Gonzaga.

Como poderíamos apresentar Luiz Gonzaga à juventude?
Tárik de Souza: Gonzaga teve um sucesso torrencial. As prensas da antiga gravadora RCA, atual Sony/BMG, chegaram a trabalhar quase só para seus discos, entre o final dos anos 40 e início dos 50. Enquanto Presley foi o “Cavalo de Tróia” da negritude num país racista, Gonzaga colocou o nordeste, com sua cultura refinada e seus costumes peculiares, no mapa da MPB. Era um momento de urbanização do sudeste, em que nordestino era encarado como peão de obra, cabeça chata, ser inferior. O Rei do Baião desvelou a diversificada cultura deste povo, então encarado de forma pejorativa.

Não é uma coincidência que ele tenha morrido no mesmo mês e ano que Raul Seixas, seu grande admirador? Que análise isso enseja?
Só a metafísica celeste explica. Não por acaso, Raulzito era um misto quentíssimo (com pimenta baiana) de Elvis Presley e Luiz Gonzaga.

Você chegou a conhecê-lo pessoalmente? Como era Luiz Gonzaga?
Quando Carlos Imperial espalhou o boato de que os Beatles tinham gravado “Asa Branca”, vali-me do gancho para vir ao Rio entrevistar Gonzaga. Na época, meados de 1968, ele andava em baixa e morava num pequeno apartamento em Cocotá, na Ilha do Governador. Foi simpático e acessível, e a partir daí fiz várias entrevistas com ele. Era um artista popular do tipo forjado na estrada, sem qualquer marra de estrela.

FONTE: http://www.rollingstone.com.br/secoes/novas/noticias/5951/
.
Comentário: A história de que os Beatles iam gravar Asa Branca é velha, mas é legal ouvir isso de um cara que teve a oportunidade de entrevistá-lo na época.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s